Esclareša d˙vidas sobre a abdominoplastia

2/8/2016        

 

 

Cirurgiã plástica explica todo o processo durante e após a cirurgia


A abdominoplastia é um procedimento estético ideal para mulheres que desejam modelar o abdômen e se incomodam principalmente com o excesso de pele comum após a gestação. Estudo publicado no jornal American Society of Plastic Surgeons (Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos) aponta que os pacientes após a realização da cirurgia podem ter facilidade no controle do peso, pois há o aumento da saciedade. Os pesquisadores justificam a alteração no apetite por conta da remoção das células de gordura do abdômen podendo reduzir os níveis de hormônios que provocam a fome. Leia também: As cirurgias reparadoras para casos de flacidez.
 
A cirurgiã plástica, Carolina Schäfer, adverte que a abdominoplastia não é aplicada para emagrecer em casos de obesidade, mas sim indicada para pacientes que apresentam excesso de pele e não gordura. A especialista esclarece dúvidas sobre a abdominoplastia. Confira: 
 
Como é realizada a cirurgia?
 
A cirurgia é realizada através de uma cicatriz próxima a região da cesárea um pouco mais estendida em que há o reforço do músculo abdominal, reposicionamento da cicatriz umbilical e remoção do excesso de pele e gordura inferior a região do umbigo antigo. 
 
Qualquer paciente pode realizar a cirurgia?

Como qualquer procedimento em cirurgia plástica, não está indicado para pacientes com doenças cardíacas, pulmonares e outras não compensadas, ou seja, pacientes que não apresentem boa saúde.  Também não indicamos para pacientes com problemas de coagulação, ou, de maneira transitória, em pacientes que usem medicamentos, que não possam ser suspensos, e que afetem o ato cirúrgico. Além disso, o paciente deve apresentar flacidez suficiente para a realização do procedimento. 

Qual a diferença da abdominoplastia e a lipoaspiração?

A abdominoplastia é a remoção do excesso de pele com cicatriz na área do biquíni e reforço da musculatura. Enquanto que a lipoaspiração é um procedimento de remoção de gordura localizada através de cânulas que irão sugar a região adiposa. Podem ser realizadas concomitantemente em pacientes que tenham gordura localizada e flacidez. Conheça as frutas importantes para a beleza da pele.

Qual o tempo de internação?

Normalmente a cirurgia é realizada no dia da internação hospitalar e a alta costuma ser dada 24hs após o processo cirúrgico. Períodos maiores podem ser necessários de acordo com cada caso. 
 
Após a cirurgia quais são os cuidados recomendados, incluindo tempo de repouso, rotina diária e alimentação?

O resultado é possível ser visto de imediato, entretanto os cuidados para início da cicatrização devem ser mantidos durante 30 a 40 dias. Os pontos são totalmente retirados com 21 dias, dependendo de cada caso. E o resultado final já pode ser observado após três meses, em que praticamente todo o edema já regrediu. Entenda sobre as varizes, o que é mito ou verdade?

A abdominoplastia pode ser realizada mais de uma vez? Se a mulher engravida novamente, há riscos de a flacidez retornar?

Normalmente, é desejável que a abdominoplastia seja realizada após a gestação por conta da alteração do resultado como a nova flacidez, mas não há contraindicação absoluta. As pacientes que não querem esperar engravidar novamente podem ficar tranquilas que uma nova abdominoplastia pode ser realizada, desde haja pele flácida suficientemente. Voltando ao corpo normal depois da gravidez.

Quais são os cuidados após a cirurgia?

O paciente deve caminhar com o tronco semiflexionado para evitar tensão sobre a cicatriz e deitar com cuidado, mantendo pernas elevadas e dorso elevado, sempre de barriga para cima. Deve evitar ao máximo pegar peso. A rotina de higiene implica na realização diária de curativos de acordo com a orientação médica e cuidados com o dreno. O uso de cintas é também recomendado. A alimentação deve ser revisada, rica em nutrientes para fornecer vitaminas para cicatrização eficiente. Dê preferência aos alimentos anticonstipantes, pois é possível que haja irregularidade do hábito intestinal por dor ou pelo receio de esforço. Aveia: um dos cereais mais necessários na dieta
 
 
 
Cirurgiã Plástica, Carolina Schäfer
 
Referências:
 
http://www.plasticsurgery.org/news/2013/many-women-have-long-term-weight-loss-after-tummy-tuck-reports-plastic-and-reconstructive-surgery.html



comentários